Os primeiros passos para registrar um estúdio de Pilates

Conheça a parte burocrática para abrir o seu próprio negócio

25 de julho de 2017

Categoria: Seja um empreendedor
Compartilhe
Os primeiros passos para registrar um estúdio de Pilates

O mercado de Pilates é um dos mais seguros e rentáveis. Ciente disso, seu sonho é abrir o seu próprio estúdio. Mas é importante ficar atento a todos os detalhes na hora de dar esse passo importante, de virar empresário. Além dos equipamentos mais reconhecidos e seguros do mercado, o que mais você precisa para abrir o tão planejado estúdio de Pilates? A gente conta os detalhes da burocracia inicial agora! Para saber mais, só acompanhar nossas matérias no blog.

Registro
Abrir 
um
 estúdio 
de
 Pilates 
requer
 os 
mesmos 
cuidados 
que abrir 
qualquer
 outra empresa. Portanto, vale a pena investir na contratação de 
um
 contador especializado para cuidar dos
 aspectos 
legais 
do 
negócio.

A primeira coisa a fazer é
 definir
 qual
 o
 melhor 
tipo 
de 
registro para o
 seu
 caso:
 Pessoa
 Física
 (CPF) 
ou
 Jurídica
 (CNPJ).

Pessoa 
Física
Se 
o 
estúdio 
for
 atendido 
e
 administrado 
apenas 
pelo
 proprietário (com a devida formação), 
sem 
mais 
funcionários 
ou prestadores
 de
 serviço,
 pode
 ser
 feito
 o
 Registro
 de
 Pessoa
 Física,
 chamado
 Registro
 de 
Autônomo.

O 
registro
 de 
autônomo 
pode
 ser 
feito 
na
 Prefeitura
 do 
Município 
onde reside
 o profissional, que 
poderá passar a prestar 
serviço. Para
 remuneração
 dos
 serviços
 prestados,
 o
 profissional
 deverá
 emitir
 recibo
 próprio
 de
 profissional 
autônomo 
ou nota 
fiscal
 tributada.

O 
profissional
 autônomo
 de
 Pilates estará 
sujeito
 ao
 ISS e
 ao 
recolhimento 
previdenciário 
para
 o 
INSS 
por 
meio 
de 
carnê. O
 estúdio
 deverá
 ter
 um
 livro
 caixa
 para
 registro
 de
 entradas
 e
 saídas
 de
 rendimentos
 provenientes 
da 
atividade 
e 
assim, 
declarar 
imposto
 de 
renda normalmente.

Importante notar que
 para
 prestar
 serviços
 como
 instrutor
 de
 Pilates
 é importante se registrar
 no
 Conselho
 Regional
 de
 Fisioterapia ou
 de 
Educação 
Física
 da sua região de atuação.

Pessoa
 Jurídica
Quando
 o
 estúdio
 de
 Pilates
 contempla,
 além
 do
 proprietário,
 mais
 funcionários,
 como 
recepcionista,
 professores,
 etc.
 deve
 ser
 registrado
 como
 empresa
 na
 Junta
 Comercial
 da
 cidade 
onde 
está 
localizado.

O 
registro
 de
 pessoa 
jurídica 
requer a elaboração 
de
 um 
contrato 
social, registrado
 na 
Junta Comercial; Obtenção
 de
 CNPJ
 junto
 à 
Receita 
Federal; Declaração 
de
 tributos 
como: 
Imposto 
de Renda,
 Contribuição
 Social,
 PIS/
COFINS.

Para 
registrar 
sua 
empresa, 
será
 preciso 
um 
nome 
e
 razão 
social.

Nome
 Fantasia:
 é 
o 
nome 
pelo
 qual
 a 
empresa 
será 
conhecida
 no 
mercado.
 O
 nome
 fantasia
 serve 
também
 para
 identificar
 e 
distinguir 
seus
 produtos
 e
 serviços 
de 
outros 
já
 existentes. Se
 pretender
 estabelecer
 uma
 marca,
 este
 nome
 deverá
 ser
 devidamente
 registrado
 e
 protegido 
no
 INPI (Instituto 
Nacional 
de
 Propriedade 
Industrial).

Para
 consultar
 se
 o
 nome
 que
 você
 quer
 usar
 não
 está
 sendo
 utilizado
 por
 outra
 empresa, 
consulte
 no 
site
 do 
INPI.

Razão
 Social:
 é
 o
 nome
 com
 o 
qual
 a
 empresa 
é
 registrada 
na 
Junta Comercial.

Arrecadação
 de 
impostos
Com
 o
 auxílio
 de um
 contador, analise em que categoria a empresa pode ser enquadrada em relação à arrecadação de 
impostos.

Uma dica importante, para ficar bem preparado, é fazer
 um 
curso 
de 
empreendedorismo. O Sebrae costuma disponibilizar alguns muito bons, e gratuitos.

Acompanhe nossas matérias e saiba tudo o que você precisa para abrir o seu próprio estúdio de Pilates.

Quer economizar na abertura do estúdio e ainda ter um mundo de vantagens exclusivas? Conheça o Metalife Studios e surpreenda-se!

Voltar