Como planejar o marketing do seu estúdio de Pilates

Um plano de marketing pode ajudar o seu negócio a ir mais longe

30 de janeiro de 2018

Categoria: Dicas de Marketing
Compartilhe
Como planejar o marketing do seu estúdio de Pilates

Henry Ford já dizia: “Não é o empregador quem paga os salários, mas o cliente”. Então, como responsável pelo estúdio, você está constantemente à procura de novas maneiras de atrair e reter clientes. É isso que faz o seu negócio girar. Atrair, reter, atrair, reter… Mas, para isso acontecer é preciso, antes de mais nada, de um serviço de qualidade, é claro. Caso contrário, esse ciclo se quebra.


Então, se você ainda não confia o suficiente no seu serviço nem pense em investir em estratégias de atração de cliente. Foque em satisfazer aqueles que o cercam! Mas se você está procurando novos clientes, seja porque está inaugurando, lançando uma nova unidade, um novo concorrente apareceu, precisa vender/preencher horários em ocasiões mais “calmas” e outros motivos nobres, o Negócio Pilates irá ajudar.

Provavelmente você está pagando por alguma forma de publicidade, seja uma fachada nova, panfletos na rua e vizinhança, cartões de visitas, etc. Provavelmente, também, já tem ou busca uma presença online mais forte (fez site, contas nas redes sociais e assim por diante).

Mas você sabe a melhor opção? Será que você está investindo nas “armas” certas? Ou será que está desperdiçando dinheiro e perdendo alguma oportunidade? A resposta para essas questões começa pelo plano de marketing.

Realmente deve ser muito difícil com a correria de um estúdio de Pilates ter tempo e calma para pensar e se dedicar a esse importante assunto enquanto você tem outras milhares de responsabilidades e tarefas urgentes. Por isso, veja um plano simples e que pode lhe ajudar.

Confira as quatro etapas principais de um plano de marketing:

1. Análise do ambiente de negócios
A empresa deve estudar seu mercado de atuação e/ou similares (histórico, tamanho, potencial de demanda, etc.), buscando identificar uma ‘oportunidade de marketing’ que pode ser trabalhada pelo plano.

2. Marketing estratégico
Nesta etapa, a análise detalhada dos ‘atores-chave’ que fazem parte do setor de negócios escolhido pela empresa, como consumidores, concorrentes e fornecedores, e em que a oportunidade de marketing deverá ser desenvolvida.

Ao final dessa etapa, a empresa define o modo como a quer ser percebida e lembrada pelo cliente. Esse é o ponto principal de todo o processo de planejamento de marketing, pois busca definir os diferenciais que a empresa irá trabalhar nas ações de marketing para ganhar mercado e superar seus concorrentes.

3. Marketing tático
Nesse momento são definidas as ações práticas do planejamento, a partir do posicionamento definido anteriormente. São especificadas, em detalhes, as características do serviço a ser ofertado, seu preço, a forma de comunicação e de distribuição do mesmo junto ao mercado-alvo.

4. Controle e avaliação
A quarta etapa deve tratar dos mecanismos de controle e avaliação do plano, por meio da definição de métricas e indicadores de desempenho que permitam à empresa medir o alcance dos objetivos e estratégias definidas.

A elaboração de um plano de marketing permitirá à empresa ser eficaz (ter foco e objetivos definidos) e eficiente (ter estratégias e ações práticas) no mercado escolhido para atuar. Também é a base para a construção de uma vantagem competitiva sustentável.

Com informações de Exame.com.